ESTATÍSTICAS DO MÊS – ABRIL 2017

Já lá vão 3 meses de viagem! Fiquem com as estatísticas de Abril 2017…

Passamos por 9 destinos, mais uma vez meio mês saltando entre a Argentina e o Chile, mas acrescentando uma rápida passagem pela Bolívia e a entrada no Peru. Contamos agora com 23 destinos e 6 países em três meses.

Conseguimos melhorar nos gastos este mês, com uma derrapagem de 9% face ao orçamentado à saída de Portugal.

Positivo: acertamos no orçamento em refeições fora, sem diminuir o número; também gastámos menos do que o previsto em alojamentos, deslocações diárias e viagens longas, o que já tem sido uma tendência

Negativo: mais uma vez, ultrapassámos o previsto nos gastos em excursões, entradas em parques, tours, etc. Não foi tão mau quanto o mês de Fevereiro na Patagónia, mas ainda assim gastámos cerca de 435€ em:

  • Descida da Estrada da Morte em La Paz, Bolívia (138€ para 2 pessoas)
  • Tour ao vulcão Osorno, cataratas e lagos em Puerto Varas, Chile (62€ para 2 pessoas)
  • Tour com os índios Mapuche em Pucón, Chile (61€ para 2 pessoas)
  • Outros…

Outros dados:

  • A nossa estadia mais económica foi em Puno, no Peru, em quarto privado com quarto de banho, por 12€/noite para os dois; os preços das estadias na Bolívia foram semelhantes
  • A pior estadia foi em Puerto Montt, no Chile, basicamente por termos apanhado uma pulga que nos acompanhou até Pucon
  • Caminhámos em média 11km por dia
  • Percorremos um total de cerca 5100km de autocarro (vejam o mapa de seguida com o nosso percurso durante o mês)
  • Tivemos de fazer uma viagem de 156km de taxi, entre Potosí e Sucre, na Bolívia, por termos chegado a Potosí às 19:30h (o último autocarro é às 18:30h); os táxis podem ser partilhados e o preço varia entre os 4€ e os 6,5€ por pessoa
  • Neste mês, os custos mais expressivos foram em estadias, cerca de 36% do total, por incluir neste capítulo o tour de 3 dias no salar de Uyuni, com alojamento, e os diferentes tours em San Pedro de Atacama; seguem-se as viagens, com cerca de 17% do total; mais uma vez, estes dois capítulos representam 50% do total dos custos do mês
  • Trocámos algumas vezes de planos durante este mês:
    • Fizemos a “subida” até Santiago pelo Chile, para poupar nos custos, retirando a ida a Neuquén e acrescentando Puerto Montt e Pucón;
    • Fizemos uma rápida escapadela a Mendoza para ir levantar o drone;
    • Ficámos mais uma noite em San Pedro de Atacama para compensar um dia e meio perdido devido ao Censos (no Chile é sinónimo de feriado e tudo fecha)
    • Retirámos Copacabana e a Ilha do Sol, na Bolívia, a primeira por opção e a segunda devido a um conflito entre a comunidade local e o governo que impedem a ida de turistas até ao lado norte da ilha
PercursoAbril
Percurso do mês e localização atual (Fonte Google Maps)

 

Números (acumulados à frente entre parênteses):

  • 30 dias de viagem (81)
  • 9 destinos (23)
  • 4 países (6 – Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia e Peru):
    • Argentina
    • Chile
    • Bolívia
    • Peru
  • O Melhor – Salar de Uyuni
  • O Pior – Não conseguirmos seguir o plano de alugar carro em San Pedro de Atacama, numa mistura de paragem nacional devido ao Censos e total incompetência de todas as empresas de rent-a-car em Calama e San Pedro de Atacama

 

Alojamentos:

  • O Melhor – Hostal French Andes (Pucón) – 23€/noite
  • O Pior – Hostal Don Nicolas (Puerto Montt) – 28€/noite
  • O mais caro – Tiny Hostel Atacama (San Pedro de Atacama) – 31€/noite
  • O mais barato – Puno Hostel (Puno) – 12€/noite

 

  • 0 noites em avião (1)
  • 4 noites em autocarro (12)
  • 19 noites em hostel (54):
    • 18 noites em quarto privado (31)
    • 1 noite em dormitório (23)
  • 0 noites em hotel (4)
  • 0 noites em tenda (3)
  • 7 noites em Airbnb (7)

 

Maiores despesas:

  • Tour de 3 dias de San Pedro de Atacama, no Chile, ao salar de Uyuni, na Bolívia
  • Downhill na Estrada da Morte, em La Paz
  • Viagem de autocarro de Santiago a Antofagasta (1336km em 21 horas)

Despesas

 

Estimativa de distâncias percorridas (acumulados à frente entre parênteses):

  • 5100km de autocarro (14451km)
  • 0km de avião (8815km)
  • 326km a pé (883km)
  • 0km de carro (450km)
  • 166km de taxi (171km)
  • 75km de bicicleta (95km)
  • 0km de comboio (60km)
  • 0km de barco/ferry (50km)
  • 15km de teleférico (15km)
  • 3km de mototaxi (3km)
  • 0km à boleia (0km)

 

Top 3 das piores decisões até agora:

  • UPDATE – Compra do drone nos Estados Unidos (já regressou da reparação e já está novamente inutilizado, tendo-se espetado contra uma parede por livre e espontânea vontade – escreveremos sobre o assunto quando a novela terminar)
  • Estadia demasiado longa em El Calafate e não ter ido a El Chaltén
  • Escolha do alojamento em Cabo Polónio

 

Top 3 do mês:

  • Tour do Salar de Uyuni
  • Lagunas Escondidas e Vale da Morte em San Pedro de Atacama
  • Downhill na Estrada da Morte

 

Top 10 da viagem:

  1. Tour do Salar de Uyuni, Bolívia
  2. Glaciar Perito Moreno, Argentina
  3. Cataratas do Iguaçu, Brasil e Argentina
  4. Trekking em Torres del Paine, Chile
  5. Lagunas Escondidas e Vale da Morte em San Pedro de Atacama, Chile
  6. Downhill na Estrada da Morte, Bolívia
  7. Teleférico de La Paz, Bolívia
  8. Concerto da Orquestra Sinfónica de Buenos Aires, Centro Cultural Kirchner, Argentina
  9. Tour Mapuche, Pucón, Chile
  10. Passeio de barco no Canal Beagle, Ushuaia, Argentina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s