Dezembro 2017

ANO NOVO, VIDA NOVA

O ano está mesmo a acabar e que ano! 5 meses a viajar na América latina e 10 países. Caminhadas, museus, parques, gastronomia, atividades radicais, animais, snorkeling, houve um pouco de tudo. Houve mudança de planos, sítios previstos cancelados, novos sítios acrescentados, novas amizades e imprevistos, alguns bons e maus. Este novo ano traz-nos um regresso ao mercado de trabalho e zero de planificação. Deixámos os planos, viajaremos quando e para onde nos apetecer, nem que sejam escapadinhas de fim de semana. 2018, temos grandes expectativas.

MEDELLIN, A ETERNA PRIMAVERA (COLÔMBIA)

Medellín já é mais que a casa de Pablo Escobar. É a cidade da eterna primavera, da simpatia, da inovação e da renovação das cinzas. Medellín poderia ser comparada a uma fénix pois soube desligar-se da sua imagem antiga e construir uma nova imagem atrativa.

CARTAGENA DAS ÍNDIAS, LA HEROICA (COLÔMBIA)

La Heroica, ou Cartagena das Indias, foi atacada várias vezes por piratas em busca do ouro, prata e esmeraldas que chegavam a cidade para depois seguirem para Espanha. É uma cidade com forte, muralhas, mas também com tudo o que se espera duma cidade moderna. E temos sempre o mar das caraíbas.

CALI, CAPITAL DA SALSA (COLÔMBIA)

Cali cada vez mais se torna uma cidade escolhida pelos viajantes. Está mais segura, tem história, é uma cidade musical, tem arte e aparece em séries de TV.

ENTRADA E SAÍDA DO EQUADOR

Já estamos a ficar especialistas em fronteiras. Já pouco nos chateia, estamos preparados para abrir a mala em qualquer altura e já não temos grandes planos para o resto do dia porque sabemos que basta alguém tentar contornar o sistema e não declarar mercadorias que podemos ter permanência para várias horas.