O SENHOR VAI CUMPRIR AS ORDENS DA TRIPULAÇÃO, OU NÃO?!

Somos utilizadores frequentes de viagens de avião há vários anos. A Raquel desde que nasceu, o Tiago quando ainda nem tinha nascido. Fazemos, em média, mais de 10 voos anuais, mas, mesmo assim, há sempre uma primeira vez para tudo. A Raquel viajou em janeiro para Londres e, pela primeira vez, viu um passageiro ser expulso do voo. Há coisas intoleráveis e inadmissíveis, e destratar a tripulação é uma delas.

Um passageiro, incomodado com o atraso do voo da easyJet, cuja razão foi explicada pela tripulação, como habitualmente, começou por reclamar com o comissário de bordo e decidiu recusar-se a colocar o cinto. Foi avisado mais de uma vez pelo chefe de cabine de que o voo não descolaria enquanto ele não apertasse o cinto, mas manteve a postura. O comandante foi informado e decidiu expulsá-lo do avião. Este procedimento não é feito de forma leviana. Mais de uma vez foi pedido ao passageiro que assumisse o compromisso de seguir as regras da tripulação, mas sempre recusou. Assim, depois de estarmos preparados para levantar voo, já na pista de descolagem, regressámos ao terminal 2 do aeroporto de Lisboa, onde a polícia foi buscar o passageiro. Para quem não sabe, após a retirada de um passageiro, é realizada uma verificação de segurança da cabine, onde cada passageiro é convidado a identificar a sua bagagem, procedimento que atrasa pelo menos em mais meia hora a descolagem.

skyler-smith-104908

Quase, quase, os restantes passageiros se descontrolavam, havendo quem reclamasse com o conflituoso, e até quem se tivesse levantado para o obrigar a pôr o cinto. Felizmente tudo correu sobre rodas e, após perceber que já não havia volta a dar, o próprio passageiro saiu de forma calma e ordeira.

Esta introdução vem dar origem a uma lista de conselhos para que tudo corra bem, para que o vosso humor esteja no máximo e os níveis de stress no mínimo, antes e durante uma viagem. Conselhos 365 dias no mundo:

1. Preparem com antecedência o que pode ser controlado:

– Verificar o voo, confirmar hora e o terminal de embarque. Estas coisas devem ser feitas sempre uns dias antes. Verifiquem que não receberam nenhum e-mail da companhia a avisar de alterações;

– Façam o check-in online. A maioria das companhias permite que seja feito pelo menos 24 horas antes. Chegar ao aeroporto com bilhete de embarque emitido (digital ou em papel) dá-vos outro descanso mental. Atenção, por vezes não é permitido fazer o check-in online;

– Separem os documentos de identificação (passaporte ou cartão de cidadão) com que vão viajar e verifiquem a sua validade. A pior coisa que pode acontecer é reparar no dia que a validade do passaporte é menor que seis meses ou que o cartão de cidadão caducou;

– Vejam as condições da vossa tarifa. A TAP foi uma das companhias que há pouco tempo retirou as malas de porão da tarifa mais baixa e afetou os bilhetes já comprados;

– Informem o vosso banco do destino para onde vão. Há gestores de conta que, vendo movimentos em destinos suspeitos, podem cancelar o cartão como precaução. E, já agora, verifiquem os vossos cartões, como a validade, etc.

2. Vejam os requisitos do país de destino:

– Precisam de visto? Se sim, vejam se é pedido à chegada ou se tem outras burocracias;

– Verifiquem as vacinas exigidas e marquem a consulta do viajante, se for o caso. Há centros de saúde que têm uma lista de espera de pelo menos uma semana e existem vacinas que precisam de várias doses, por isso, atenção à antecedência. Se forem precisas vacinas, não se esqueçam que o boletim também tem de ir na viagem;

3. Na véspera:

– Façam a mala. A Raquel até faz com mais antecedência, mas cada caso é um caso. Verifiquem o clima, a dimensão e os quilos permitidos pela companhia na vossa tarifa e separem o que querem levar. Não ponham nada na bagagem de mão que seja proibido, como isqueiros e artigos cortantes;

– Durmam bem. Estar cansado ajuda a reduzir os níveis de tolerância a imprevistos. Não bebam álcool na noite anterior, preparem o despertador, preparem a roupa que vão vestir e tudo o que podem precisar no dia da partida e vos pode atrasar;

– Preparem um snack de véspera e ponham na mochila para comer no aeroporto. Se forem como a Raquel, fome é uma coisa que vos reduz a tolerância ao mínimo, por isso comam alguma coisa ou bebam um café, mas não fiquem rabugentos;

– Pensem em como vão para o aeroporto. Se pretendem utilizar um parque low cost do aeroporto lembrem-se que provavelmente precisam de fazer reserva (por exemplo, os de 5€/dia em Lisboa). Se quiserem utilizar Uber ou Cabify podem reservar na véspera e marcar a hora de chegada, mas no dia verifiquem que recebem uma mensagem do motorista a informar que se encontra a caminho. Se forem de táxi também podem marcar hora na véspera ou ligar para a central no dia. Se utilizarem o DriveNow verifiquem onde podem deixar o carro (existe um parque específico para deixar o carro no aeroporto). Se forem de boleia verifiquem que ela não vos deixa pendurado e liguem uma hora antes, para garantir que ninguém adormece. Se forem de transportes, atenção às horas de maior fluxo, greves, bilhetes, etc.

– Façam o registo na aplicação Registo Viajante, já falámos sobre a sua importância aqui.

4. No aeroporto, antes de embarcar:

mike-wilson-201853

– Se têm mala para despachar dirijam-se ao balcão de drop-off. Tenham já a bagagem separada entre a que é para despachar e a que vai na cabine. Verifiquem se os pesos e dimensões batem certo com as regras das companhias. É um direito da companhia verificar a bagagem e, se algo não cumprir as regras, não embarca. A pior coisa que pode acontecer num drop-off é esperar que o passageiro à nossa frente abra as malas para “equilibrar” o peso, ou então ser obrigado a pagar uma mala ou quilos extra;

– Verifiquem o tempo para se dirigirem para o embarque sem pressa. Não se esqueçam que em períodos de maior afluência passar no raio-X pode demorar mais de 30 minutos;

– Lembrem-se que os procedimentos de segurança serão mais rápidos se cumprirem as regras e indicações dos funcionários:

1) retirar o computador da mala e da bolsa;

2) retirar tudo dos bolsos;

3) retirar os produtos de higiene da mala, que devem estar separados numa bolsa transparente. Já sabem que nenhum dos frascos deve levar mais de 100ml, até um máximo de 10 que completem 1lt;

4) se viajarem de botas preparem-se para as retirar (ainda não percebemos qual é o critério aqui, já que nem sempre somos obrigados a tirar);

5) retirar casacos, cinto, cachecóis, gorros;

6) pode ser pedido o talão de embarque antes de verificar a bagagem, portanto convém tê-lo à mão;

7) se fazem questão de viajar com uma garrafa de água, lembrar que tem que estar vazia;

8) nós viajamos sempre com o mínimo de acessórios porque alguns apitam;

9) pessoalmente, não achamos que pagar o fast track compense, mas… cada um sabe de si;

5. Após o controlo de segurança, não se dispersem no aeroporto:

– Não se percam no duty free e controlem a hora de embarque;

– Verifiquem regularmente nos ecrãs a porta de embarque e o estado do voo;

– Se pararem para comer, tenham em atenção o tempo que demorará a ser servido;

– Controlem a vossa bagagem e não a deixem com ar abandonado.

yousef-alfuhigi-357033

6. Dirijam-se à porta com tempo:

– Caso tenham que passar pela migração, lembrem-se que este processo pode ser demorado. Tenham as mãos livres e o talão de embarque e documentos de identificação à mão. Se tiverem passaporte eletrónico recorram às cabines automáticas;

  • Voltem a confirmar a porta nos ecrãs.

7. Mantenham a calma:

– Mesmo que tenham pressa, não podem mudar o tráfego aéreo nem os procedimentos de segurança, mais vale respirar fundo e relaxar. Há alturas em que é mais importante chegar ao destino do que chegar a horas. Para tudo há solução, e qualquer reunião pode ser reagendada;

– Se perderem o voo de ligação, lembrem-se que se a culpa for da companhia, terá de assumir as suas responsabilidades;

– Caso o embarque se atrase, aproveitem para ler, ouvir música, ver séries, ou simplesmente utilizar o wi-fi do aeroporto, mas estejam atentos às informações dadas.

jay-wen-361388

8. No embarque:

– Ao ouvir a chamada para o vosso voo, oiçam também as recomendações da tripulação. De nada vos vale estar em pé se forem do grupo 4 e apenas estiver a ser chamado o grupo 1;

– Dirijam-se à fila de forma ordenada, vai haver sempre um esperto que tenta passar à frente de toda a gente, mas lembrem-se o lugar está marcado, pode não valer a pena reclamar e criar agitação;

– Tenham o passaporte e o talão de embarque à mão e entreguem-no à tripulação quando pedido. Caso tenham o talão eletrónico, garantam que têm bateria no telemóvel;

– Entrem no avião de forma ordenada e cumprimentem a tripulação. Um sorriso pode mudar completamente a primeira impressão que se deixa;

– Dirijam-se ao vosso lugar e retirem da bagagem tudo o que necessitam antes de a colocar no compartimento superior. Não se enervam quando há alguém sempre a abrir os compartimentos para tirar e colocar coisas?

– Sentem-se nos vossos lugares. Se quiserem trocar peçam antes de ocupar um novo lugar. Caso um dos vossos lugares esteja ocupado, informem a pessoa educadamente de que está a ocupar o lugar errado, porque a maioria das pessoas não o faz por mal;

– Respeitem a tripulação. Acima de tudo são funcionários no desempenho das funções, e acreditem que não querem mais nada a não ser mais um “calm day at work”;

– Ponham o cinto sempre que o sinal estiver acesso;

– Recolham a mesa e endireitem a cadeira sempre que pedido;

– Coloquem os dispositivos eletrónicos em modo de voo;

– Há sempre quem seja borderline na educação, portanto não respondam a provocações e, acima de tudo, deixem a tripulação controlar os conflitos, eles são treinados para isso e a vossa intervenção pode piorar as coisas;

– Caso tudo se atrase, aproveitem e durmam, ponham uma venda, os phones ou tampões, e aproveitem esse tempo extra;

– Caso tenham medo de voar, sigam as recomendações do médico e informem a tripulação se necessitarem de auxílio;

– Lembrem-se que é difícil controlar crianças pequenas e em vez de reclamar com os pais perguntem se precisam de ajuda;

– Desfrutem do voo e façam boa viagem!

 

Outras episódios inusitados que já nos aconteceram:

Na passagem de ano 2015/16 viajámos de Milão para o Funchal via Lisboa. O Tiago tem o hábito de inclinar o banco antes do voo, o que é permitido, desde que na descolagem e aterragem esteja direito. Um casal de italianos decidiu que o Tiago não podia inclinar o banco porque ficavam sem espaço. Em vez de pedir para endireitar o banco, acharam que era mais eficiente pontapear e esmurrar o banco para que o Tiago entendesse o ponto de vista deles. Bem, somos os dois bastante teimosos e decidimos que a coisa se ia resolver pela via formal. Chamámos a tripulação, que informou o passageiro mais de uma vez que quem vai à sua frente tem o direito de inclinar o banco. Quem quer mais espaço tem de comprar lugares extra large ou executiva. Como o passageiro teimava em não entender, ameaçou-se com a polícia à chegada, coisa que se acabou por evitar visto termos um voo de ligação.

Num voo pela South African Airlines uma criança pontapeou toda a viagem o banco da Raquel sem que a mãe o mandasse parar. Falámos de tolerância com crianças, mas há que haver também um controlo para que a criança não pense que é giro chutar o banco da frente durante 4 horas.

Num outro voo tivemos uma passageira que achou que era normal enfiar o pé descalço no descanso de braço da Raquel. Toda a viagem houve ali um dedo gordo a espreitar pelo descanso.

Também já aconteceu ao Tiago estar num voo Porto-Luanda que teve de ser desviado e aterrar na Guiné Equatorial para expulsar um casal que estava a criar desacatos.

Que peripécias já vos aconteceram? Contem-nos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s