Lower Manhattan fica a sul da Rua 14 até ao limite da ilha (na junção dos dois rios, a baía de NY). Aqui ficam o Financial District, Little Italy, World Trade Center, SoHo e o local de partida de ferry para Staten Island.

DOWNTOWN

Wall Street: A maior bolsa do mundo e alguns bancos ficam nesta rua. Pertence ao que se chama o Financial District, pois a Bolsa, bancos e sedes de repartições públicas estão aqui sediados. O touro de Wall Street, da autoria de Arturo di Modica, foi colocado em 1989 em frente ao edifício do Mercado da Bolsa de Nova Iorque. A estátua representa a virilidade após a queda da bolsa de 1986, e encontra-se no cruzamento da Broadway com a Morris. É visitado como um amuleto e alvo de toques inusitados em busca de sorte.

Bowling Green: Casa atual do Charging Bull (o touro referido acima), um pequeno parque que fica a caminho de Battery Park. Vimos aqui um concerto fora do vulgar de gaitas de fole.

Trinity Church Wall Street: Engloba as igrejas Trinity Church e St. Paul Chapel. Ficam próximas uma da outra. A primeira, de estilo gótico, pode ser visitada em tour nos dias úteis, às 14h. A segunda celebrou 250 anos em 2016.

Memorial e Museu 11 de Setembro: Residem junto ao One World Trade Center, a torre construída depois do ataque e queda das torres gémeas em 2001, que também pode ser visitada. Aqui vão facilmente sentir um aperto no estômago e o coração partido. Os americanos colocaram toda a sua capacidade para homenagearem as vítimas e o museu é efetivamente impressionante, bem conseguido e motivo de orgulho. Tem testemunhos de familiares, de sobreviventes que não morreram por casualidades, de bombeiros, são expostos objectos que perduraram e mostrados vídeos do ataque e dos dias seguintes. Além de tudo isto, é construído junto às fundações das antigas torres, que se mantiveram. Deixamos-nos impressionar pelas caras e histórias de quem morreu. Ver a fotografia, saber o nome, a idade, a vida que tinham as vítimas, dá cara à tragédia e não permite esquecer. O espaço tem uma tremenda solenidade e sente-se que as pessoas respeitam o local. No exterior, o memorial são dois lagos gigantes, o negativo de cada torre, no exato local onde estas se erguiam. No seu contorno é possível ler o nome de cada pessoa falecida, sentir o constante movimento de água e deixar flores de homenagem. Preço: 24-44$

DSC_1874

DSC_1842

Battery Park: Podem encontrar aqui um miradouro para a Estátua da Liberdade, o Castle Clinton e a estátua The Immigrants. Estão também aqui os pontos de acesso ao ferry para Liberty Island (ilha onde está a estátua) e Staten Island. Este último é particularmente importante, porque é grátis e uma alternativa ao cruzeiro da Circle Lines de que falámos em Midtown.

City Hall Park: O parque alberga os edifícios da câmara da cidade (City Hall) e a atual sede do Ministério da Educação, no edifício Tweed Courthouse, de 1881.

Brooklyn Bridge: é mais uma das imagens de marca da cidade e onde quase todos os turistas tiram a foto da praxe. Inaugurada em 1883, é um símbolo nacional. Nós aconselhamos caminhar também por baixo da ponte, na rua junto à margem do rio, pelo menos até Manhattan Bridge.

DSC_1836

365 dias no mundo estiveram 7 dias em Nova Iorque, de 14 a 21 de janeiro de 2017
Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ 
Preços: elevados
Categorias: cidade, cultura, música, arquitetura, compras, teatro
Essencial: Wall Street, City Hall, WTC, Battery Park, Brooklyn Bridge, Broadway
Estadia Recomendada: mínimo de 5 dias