365diasnomundo.com

DE TUK TUK EM LISBOA (PORTUGAL)

Fazer um passeio num tuk tuk é uma forma de conhecer Lisboa. Há várias empresas possíveis e vários tipos de passeios.

Já andaram de tuk tuk? Onde? Nós nunca tínhamos andado, mas já nos tinha passado pela cabeça experimentar os tuk tuk de Lisboa. O convite da Inês do Sempre entre Viagens veio a calhar e seguimos viagem com ela na Sardinha do Bairro.

Moramos em Lisboa, por isso é impossível não vermos os tuk tuk diariamente cheios de turistas. Talvez por isso tenhamos adiado um tour, muitos tuk tuk por toda a baixa lisboeta, transformando o passeio numa atividade em serie que não nos interessa. Mas a pandemia veio reduzir o fluxo quer de turistas quer de tuk tuks e tornou-se mais apelativo.

Um tuk tuk é uma espécie de triciclo motorizado com uma cabine de transporte de passageiros muito utilizado no sudoeste asiático. O tuk tuk rapidamente chegou às grandes cidades turísticas portuguesas, mas com o objectivo de cativar os visitantes. Apesar de existir o boato que os tuk tuk teriam que ser todos elétricos, ainda se vêem bastantes a combustível, muito mais ruidosos.

Em Lisboa há algumas dezenas de empresas de tuk tuk. Os tours serão todos diferentes, já que há empresas que fazem uma visita pela cidade, passando pelos pontos de interesse e contando pequenas histórias, curiosidades, mitos urbanos ou mostrando pérolas escondidas da cidade e outras que deixam o passageiro mais à vontade passando só pelos pontos de interesse e contando factos históricos.

A Sardinha do Bairro é uma empresa inovadora no mercado, criada por amantes de viagens e de turismo. Quis responder com mais que um mero transportar dos passageiros criando um tour dinâmico com factos sobre a cidade. A empresa tem um design próprio, engraçado, que junta sardinhas a pontos emblemáticos da cidade, foi criada em 2015 e tem 4 tuk tuk e vans para viagens mais longas, que podem ser ir até Évora ou Fátima.

O nosso tour:

O tour começou na avenida da Liberdade junto ao elevador da Glória. Após as apresentações ficou decidido que terminaríamos o tour em Alfama a comer uns petiscos.

A viagem foi calma, feita com algumas paragens no teatro romano, na sé catedral, no miradouro das Portas do Sol e Senhora do Monte, nos bairros operários, na igreja de são Vicente, panteão, feira da ladra, na Graça e em Alfama. Aprendemos imenso, não foram dados pormenores que qualquer pessoa que viva em Lisboa conhece, mas factos mais aprofundados. O Teatro Romano pertence ao Museu de Lisboa, e estava a decorrer um ensaio para uma peça. Mesmo que não queriam fazer um passeio de tuk tuk, não percam estes pontos de Lisboa.

Um passeio igual ao nosso (Alfama Old Town) custa 100€ (veiculo) e dura 90 minutos.

A empresa também faz passeios de 3 horas e meia (The Best Of Lisbon), 2 horas (Belém Discoveries) e de uma hora (Chiado Trendy Lisbon). No dia a seguir ao nosso passeio iam fazer um casamento, por isso podem ser alugados para eventos privados. Agora no natal reparámos em duas coisas no site da empresa, descontos (yeah!!!) e um tour novo para ver as luzes de natal pela cidade. Demora 60 minutos e custa 1€/minuto (sem desconto custaria 70€) e passa pelos principais pontos iluminados da cidade como o Largo Camões, a Praça do Comércio ou a Avenida da Liberdade.

A vantagem da Sardinha do Bairro é precisamente o custo por carro e não por cabeça. Isto implica que mesmo que sejam só dois o veiculo será vosso, e o guia também.

O jantar

Parámos para petiscar no Restaurante A Muralha em Alfama. Fomos muito recebidos e foi-nos explicado o conceito do restaurante. Não é uma típica casa de fados, mas é possível jantar a ouvir fado. É uma casa com vários petiscos portugueses disponíveis, bem confeccionados e que podem ser harmonizados com vinhos nacionais. Mas nem só de petiscos se faz esta casa, também é possível pedir pratos como grelhados, alheira, polvo ou bacalhau à lagareiro. Tem esplanada e a decoração é rústica, dedicada ao fado.

A nossa recomendação:

Provavelmente encontram passeios de tuk tuk mais baratos em Lisboa, principalmente se não forem um grupo grande (até 6 pessoas). Podemos garantir é que na maioria deles não se vão sentir numa visita guiada, mas sim a marcar atrações como vistas. Recomendamos a empresa porque é um serviço cuidado, que se esforça em trazer algo de novo ao cliente.
Em relação a conhecer a cidade de tuk tuk, é uma experiência gira para se fazer uma vez. Não achamos que seja uma forma indispensável de percorrer Lisboa. Ah, e claro que no verão, com dias longos. A Raquel continua a preferir juntar os electricos ao metro para chegar a todo o lado. Achamos mais seguro e menos cansativo (eh eh) que conhecer a cidade de sitway (artigo sobre o nosso tour em sitway).
Quanto ao restaurante gostámos bastante, e ficámos com vontade de voltar à procura dum dia de fados, mas como todos sabemos a pandemia não abrandou e com a gravidez e consequente nascimento da Maria andámos menos em restaurantes.

Este artigo pode conter links afiliados

365 dias no mundo passearam de tuk tuk em Lisboa a convite da empresa Sardinha do Bairro

Partilhar:

2 respostas

    1. por acaso escolhemos as fotos com o cuidado de não envergonhar a moça nascida e criada à beira-mar e que se escaldou em Tróia. lol beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Indice

Mais artigos

Europa

MERCADOS DE NATAL

Voces são de mercados de natal ou nem por isso? Aqui nem por isso, sim, achamos as fotografias que vemos lindas, mas é uma romaria exagerada.

Ler Mais »