365diasnomundo.com

VARADERO: O PARAÍSO DO TUDO INCLUÍDO? (CUBA)

Varadero e as águas caribenhas. Sabiam que há mais que fazer? Podem explorar as cidades de Varadero e Matanzas ou fazer Tours.

Varadero é o paraíso dos resorts de pulseira e tudo incluído, mas é ligeiramente mais que isso. Este turismo começou nos anos 90 e grandes cadeias internacionais fizeram acordos com o governo cubano e abriram os seus hotéis.

Se podem dispensar vir a Varadero? Vocês podem tudo, é a vossa viagem. Podem ir só a Varadero? O mesmo. E Cayos e Varadero? Aqui ja temos dúvidas… Fiquem nos Cayos.

O nosso pacote ao preço que estava era com Varadero e não dava para mexer muito. Conseguimos estender a data de regresso e optámos por dividir em 3+7 quando devíamos ter insistido no 5+5. Sempre achámos que tanto fazia estar em Havana ou em Varadero para ir a Cienfuegos ou Trinidad e não foi bem assim. Percebemos que tudo é mais acessível de Havana e que em Varadero um bom hotel faz a diferença. Sejamos sinceros, há casas particulares de qualidade e a preço acessível, por isso o hotel faz sentido se tiver óptima comida, praia privada concessionada e bar aberto para quem gosta. Sem isto garantido pode ser que ficar num hotel não seja a melhor opção. Os alojamentos particulares ficam fora da zona de hotéis e são sempre mais modestos, mas muitos têm pequenas piscinas e ficam a 35€/noite. É de valorizar que ficam hospedados com cubanos e não há experiência mais imersiva na cultura cubana que essa.

O que visitar

Praia: o melhor de Varadero será sempre a praia. É o Caribe gente. Areia branca, mar azulão, mas com poucos corais. O furacão de 2017 (Irma) destruiu-os, porque estavam a pouca profundidade. A Playa Coral é um destino de snorkel e mergulho, mas é uma paragem altamente comercial. É difícil irem sozinhos com o vosso equipamento porque não tem areal. A entrada é pela zona de “concessão”.

praia varadero pai com filha

Snorkel: há hotéis que disponibilizam este serviço, extra, mas há uma praia onde podem fazer o snorkel, a Playa Coral. Só o Tiago fez, porque é preciso tomar conta da Maria. Custava 15€, mas pagámos 750 pesos. O tour de 4×4 inclui esta paragem, juntamente com a exploração do Valle Yumurí, Cueva Saturno, Matanzas e o rio Cánimar de lancha (96€).

Mergulho: mais uma vez a Playa Coral é uma opção. Custava 25€. Também pode ser feito nos Ojos del Megano.

Passeio de carro clássico: à porta dos hotéis em Varadero, tal como em Havana, é fácil encontrar os clássicos. Nós pagámos 20€/adulto, mas podíamos ter reservado na civitatis por 66€ para 4 pessoas.

Cayo Blanco: é um dos tours mais concorridos (que nós não fizemos). Tour de todo o dia de catamarã, inclui bar aberto, almoço e snorkelling.

Varadero Golf Club: a mansão Xanadu, construída em 1930 a pedido de DuPont tem uma vista panorâmica imperdível (dizem). Hoje em dia faz parte do clube de Golf de Varadero.

Delfinario: não é o tipo de actividade turística que nos agrada promover, mas ela faz parte de alguns tours na região. É o típico espaço com golfinhos onde se pode nadar com eles. Existe desde 1984 e fica dentro do Parque Natural Punta Hicacos.

Centro Histórico de Varadero: visitar a torre de vigilância espanhola, a igreja de santa Elvira, o parque Josone, do empresário José Fermín Iturrioz e a Casa do Rum. Existe uma La Bodeguita del Medio em Varadero, também.

Cueva de Saturno: fica a caminho de Matanzas. Pagámos 500 pesos pelos dois, casais com crianças pagavam 600. A gruta não é muito grande, a água é fria. Tem um passadiço que desce até à agua. Não há onde guardar as vossas coisas. É pousar nas rochas e na plataforma de madeira. Faz parte do roteiro do tour de 4×4 e por isso pode estar cheia, esperem um bocadinho porque eles têm horas a cumprir.

Centro Histórico de Matanzas: podem visitar o Teatro Sauto, a Plaza de la Vigía, o parque de la Libertad, a Catedral de San Carlos Borromeo, o bairro Versalles, a Puente de la Concordia, o Castillo de San Severino (é um museu sobre a escravatura) e a Iglesia de Monserrate.

Cuevas del Bellamar: foram descobertas em 1861 acidentalmente em Matanzas. Estão desenvolvidas para turismo, com restaurante e visitas guiadas. Há alguns esqueletos de animais. Não fomos.

San Juan de Dios de Cárdenas: é mais pequena que Varadero e Matanzas, mas uma verdadeira cidade colonial. Existe o Monumento a la Bandera Cubana, a Igreja San Antonio de Padua, a Catedral e o Museo Oscar Maria de Rojas.

Onde ficar

Bem, aqui podíamos dizer onde não ficar. Se querem um resort lembrem-se que a pandemia fechou Cuba ao turismo durante 2 anos, muita coisa mudou. Mesmo que vos digam que o Hotel XPTO era top, isso foi antes da pandemia, é essencial ler críticas recentes. O que nos disseram os guias cubanos é que o Melia Internacional neste momento é o melhor. O Iberostar Sellection também tem agradado aos turistas.

Em 2023 tivemos amigos em Varadero e dizem-nos que as restrições continuam, os hotéis até subiram os preços dos pacotes, mas isso não levou a uma melhoria. Pelo que percebemos o mesmo hotel pode ser ótimo em janeiro e mau em maio. Um desses casos é o Iberostar Sellection que em dezembro de 2023 estava fraco (sem água engarrafada para deixar nas mesas, etc). Reiteramos que é importante lerem críticas recentes. Há coisas que precisam perceber para conseguirem decidir se a nova Cuba vos agrada ou se será uma estadia desconfortável. Nem todos somos iguais, há coisas que uns acham aceitável e outros consideram inaceitável. Alguns de nós conseguem enquadrar o que estão a viver na realidade local e aceitar a forma como o serviço é prestado e outros acham que as expectativas que o nome internacional duma cadeia hoteleira cria devem ser satisfeitas. Coisas que podem acontecer: as toalhas não serem trocadas todos os dias, não haver manteiga, carne de vaca, água de garrafa individual, guardanapos. Em 2022 não havia manteiga, pão sem ser de forma e chegámos a ver diluir vinho tinto com água. Muitos restaurantes tinham a sua lista reduzida a metade. Para nós não encaixa porque o custo da noite nas grandes cadeias internacionais ronda os 150€/noite e isso devia ser sinónimo dum serviço de qualidade.

Agora nas pesquisas descobrimos Boca de Camarioca, uma vila de pescadores que pode ser uma alternativa a Varadero, para ficar em alojamento particulares.

Onde comer

Nos pacotes de agência é normal os resorts de Varadero serem em modo tudo incluído. Se quiserem uma coisa diferente é chegar ao centro de Varadero e ir vendo os diversos restaurantes. Existe La Bodeguita del Medio (como em Havana) e o restaurante Xanadu (Casa DuPont, construída nos anos 30) é um dos restaurantes do Varadero Golf Club. No último andar da mansão existe um bar panorâmico.

Al Capone passou alguns verões em Cuba e construiu a sua mansão. Após a sua morte Fidel expropriou a mansão. Esteve abandonada vários anos e hoje o turismo de Cuba transformou-a no restaurante La Casa de Al.

Como ir

Se forem em pacote de agência o transfer Havana-Varadero-Havana está incluído. Podem ir de táxi ou de autocarro reservando bilhete na Viazul. Alugar carro também é uma opção.

Falta só dizer que de Havana a Varadero há portagem. Nos transferes e táxis não precisam de se preocupar. Se alugarem carro não se esqueçam dos pesos. Há aeroportos, não vimos de todo o preços dos voos domésticos, mas pode valer a pena.

Portagem Varadero

Este artigo pode conter links afiliados

365 dias mundo estiveram em Varadero de 23 a 30 de março de 2022


Partilhar:

4 respostas

  1. Conheci varadero nos anos de 1985, um lugar muito bonito. Recordo o hotel Internacional, villa Turgas entre outros. Em Cardenas, uma cidade bem divertida.

    De facto sao lugares convidativos para passar umas boas ferias.

    1. Ficámos um bocadinho desiludidos, mas sabíamos que o pós-pandemia era dificil.
      Imaginamos que há 30 anos fosse diferente.
      O mar é inesquecível.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Indice

Mais artigos

Blog

BAGAGEM DE PORÃO OU SÓ DE MÃO?

Houve tempos que o bilhete de avião incluía vários serviços, como a bagagem. Desde que deixou de acontecer, para poupar na mala de porão, perde-se tempo a tratar da bagagem de mão.

Ler Mais »