365diasnomundo.com

AS PRAIAS DE MAIORCA (ESPANHA)

Maiorca é um dos destinos que os europeus mais escolhem para praia. A temperatura da água, o clima, as condições de alojamento e os preços ajudam a que seja um destino de eleição.

Primeira nota, o Alma de Viajante tem um artigo super completo sobre as praias de Maiorca. O Filipe até classificou 22 praias com estrelas, por isso é a nossa recomendação caso estejam à procura de um guia das praias de Maiorca.

Agora que deixámos claro que isto não é um guia das praias de Maiorca, vamos continuar. Na preparação da nossa viagem analisámos as praias que nos interessavam, marcámos no google maps, dividimos a estadia em dois locais e escolhemos os alojamentos com base nisso. Dividimos em sul e norte e lá fomos… Não visitámos todas as praias com intuito de apanhar sol, até porque a Maria restringia o horário. Fomos a algumas passar umas horas e a outras só conhecer. Ficámos apaixonados por muitas e desiludidos com poucas. Em algumas houve só desilusão: chegámos ao areal e tinham zero do aspecto das fotografias que nos tinham conquistado. Levámos alguns banhos de balde de água fria metafóricos ao encontrar a praia castanha e não turquesa..

Recomendamos que levem sapatos de água ou sandálias porque nem todas as praias fabulosas têm areal. Também recomendamos que pesquisem a praia antes. Algumas são pequenas, outras têm estacionamento pago, nem todas estarão tal como nas fotos dos guias (alerta algas) e muitas não têm restaurantes ou outros serviços, obrigando a levar tudo o que vão precisar para o dia. Maiorca tem uma vantagem, são tantas as praias que se chegar ao local e não encher as medidas é só pegar nas trouxas e mudar de areal.

Alcudia (Playa de Muro)

Comecemos pela mais famosa, a baia de Alcudia. É adorada e recomendada pela maioria das pessoas, mas a nós não convenceu. É altamente turística e onde estão instalados muitos dos resorts da ilha. Para ajudar, nós apanhámos um dia muito ventoso. Para crianças e pessoas com mobilidade reduzida pode ser a praia ideal. Fica no norte, perto de Pollença.

Cala Sant Vicente

É uma zona de resort, mais agradável que Alcudia na nossa opinião. As praias são estreitas mas bastante completas, com guarda-sóis e cadeiras. Nós ficámos na Cala Barques com o conjunto de duas espreguiçadeiras e um guarda-sol (19€). Mantivemo-nos sempre à sombra com a Maria, que dormiu em dupla sombra.

Sapatos de água aqui dão jeito.

Cala Carbó
À esquerda do hotel branco temos Cala Molins e à direita Cala Barques

Cala Torrent de Pareis

Esta praia foi uma ótima surpresa. Descemos a fantástica estrada Sa Calobra, estacionámos e descemos até aos restaurantes. No fim da estrada seguimos a placa para Torrent de Pareis. Passámos o túnel e chegámos a tudo o que não esperávamos encontrar, uma enorme clareira entre duas falésias e uma praia escondida.

O parque custa 0,05€/minuto.

Cala Déia

Não é uma praia de acesso fácil. É preciso ir de carro, estacionar (estacionamento pago) e alguma sorte para arranjar lugar (ou chegar cedo). É uma praia sem areal, com pedras, portanto umas sandálias ou sapatos de água são uma mais valia. Não se desmotivem com esta introdução. A praia é ótima, pequena, fazendo-nos lembrar algumas praias da linha de cascais que frequentamos (mas melhor). Tem dois restaurantes, o senão é a casa de banho (exterior, pequena e difícil de usar para mudar a fralda de bebés).

praia de maiorca, Cala Deià

Platja del Rei (Palma)

praia de maiorca, playa del rei

Decidimos experimentar uma praia em Palma, já que apanhámos por distração a Catedral fechada. Estava movimentada, mas calma. É uma praia que fica com bastante sombra e que tem algum arvoredo.

Platja Es Trenc

praia de maiorca, es trenc

É uma praia comprida e bastante famosa que fica perto de Sant Jordi. Fica dentro de um parque nacional e é preciso pagar para entrar com o carro. Encontram várias zonas de naturistas, mas muita gente vestida. Não tem restaurantes, levem tudo o que precisarem.
Disclaimer: se procurarem fotos na internet tem zero de parecenças com o que encontrámos, muitas algas e folhas amontoadas na linha de mar. Notava-se que fora da linha de costa já tinha uma cor maravilhosa e águas límpidas (pesquisem por fotografias recentes antes de ir).

O parque custava 7€, por isso recomendamos ver como tem estado a praia, para não desperdiçar o dinheiro.

Platja de s’Amarador

É uma praia agradável. Estacionámos (parque grátis) e descemos por um caminho à sombra. Decidimos não ficar na praia, então um de nós ficou com a Maria à sombra antes de chegar ao areal e o outro foi dar um mergulho, depois trocámos. É uma praia agradável e que merece um dia lá passado.

Cala des Moro

Foi a nossa segunda praia. Fizemos o caminho pelos arbustos com outros turistas atrás de nós e percebemos logo que era uma praia concorrida, apesar do acesso difícil (não dá para levar carrinho). Não tem estrutura montada, mas há vendedores de bebidas no acesso. Dá para saltar das rochas.

Percebem pela fotografia que é um dos postais da ilha.

Cala de s’Almunia

A primeira praia e foi um bom bilhete de entrada. Água transparente, praia sem areal e especialmente pitoresca. É preciso ir descendo uma escadaria e depois avançar num caminho até ao lado esquerdo da fotografia, onde estão umas casas com garagem de barcos, ou para a direita, onde tem pequenas praias. É comum a malta saltar das rochas para o mar.

Nós conseguimos descer com o carrinho, mas tinha sido melhor levar a Maria no marsúpio. Não tem areal, as coisas ficam pousadas nas rochas. Há vendedores de água, mas não há restaurantes.

Os sapatos de água não são obrigatórios, mas facilitam.

praia de maiorca, cala de s'almunia

Cala Mesquida

Apesar do dia meio chuvoso gostámos da praia. Tem alguns hotéis perto, incluindo um resort VIVA. Tem dunas e um trilho de 4km até Calla Agulla. Nós não ficámos muito tempo porque o tempo não estava agradável.

Existem fincas (quintas com cavalos) a caminho.

praia de maiorca, cala mesquida

Es Pontás

É um arco natural, ou uma grande ponte, entre Cala Santanyí e Cala Llombards. Só o Tiago foi.

praia de maiorca, es pontas

Platja de Formentor

Fica no Cap Formentor. Também é uma praia com estacionamento pago (0,0074€/minuto) e gostámos muito. Explorámos mais que o quilómetro de extensão de areal, aventurando-nos entre as árvores. Vimos aqui miúdos sozinhos a manobrar um barquito a motor para regressarem ao barco maior onde estavam os pais. Vidas…  

O areal divide-se em três áreas concessionadas, mas caras. Na zona onde entrámos as espreguiçadeiras custavam 60€.

Vêem uma estrutura hoteleira grande, mas com ar abandonado. O Hotel Formentor remonta a 1930 e estava fechado. Já recebeu hóspedes ilustres como Charlie Chaplin, Winston Churchill e Scott Fitzgerald. Neste momento pertence ao grupo Barceló e espera-se que reabra em 2023.

praia de maiorca, playa de formentor

Cala Estany d’en Mas (Cala Romantica)

praia de maiorca, cala romantica

Provavelmente a praia onde ficámos mais tempo na areia. Tem estacionamento grátis e é possível ir a caminhar até Cala Varques pela praia ou por um trilho de 3km.

Pagámos por um guarda sol e duas espreguiçadeiras 12,40€, uma espreguiçadeira e um guarda sol seria 8,20€ e só uma espreguiçadeira 4,20€. O cofre custa 1€. Almoçámos por ali, fomos buscar uma pizza e pagámos 12€ com bebidas e café. Há vendedores de fruta na praia.

Embassament de Cúber

A fotografia anterior não é de praias de Maiorca, mas não queríamos desperdiçar a oportunidade de mostrar esta paisagem. É um reservatório de água artificial nos vales de Puig Major e Morro de Cúber. Há um trilho 6,8km que demora 2h50m. O trilho começa no Embalse de Cúber e vai até Puig de Sa Ratera.


O grande balde de água fria foram Cala Mitjana e Cala Torta. Descem de carro até onde dá e depois fazem o resto a pé. São praias selvagens que são visitáveis em tour de moto 4 ou de carro ou moto própria. Investiguem antes. Estava mau, muitas algas e folhas secas e cheirava a folhas húmidas. Nem se via a água chegar ao areal. Chegámos a pensar estar enganados.

Querem explorar Maiorca fora do circuito de praias? Já escrevemos sobre isso, aqui têm Maiorca, sejam bem-vindos.

Este artigo pode conter links de afiliados

365 dias no mundo estiveram em Maiorca de 29 de julho a 5 de agosto de 2021

Partilhar:

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Indice

Mais artigos

Espanha

WELCOME TO MAIORCA

Quem gosta de praia não pode perder Maiorca, mas quem gosta de arte, gastronomia, enologia e cultura também não.

Ler Mais »