Portugal

A HISTÓRIA DO AZULEJO (PORTUGAL)

Se gostam dos azulejos portugueses e gostavam de saber mais sobre a sua história devem visitar o Museu Nacional do Azulejo que fica no antigo edifício do Convento da Madre de Deus.

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA (PORTUGAL)

O terramoto mudou a vida da família real com a destruição do Paço da Ribeira. Sendo precisa uma nova casa, foi escolhida a colina da Ajuda. O Palácio Real da Ajuda nunca foi terminado, mas é como Palácio Nacional que abre ao público enquanto museu. Está em obras, mas já esteve mais longe de ser terminado.

DA VISTA ALEGRE AO ZÉ DA TRIPA (ÍLHAVO)

Ilhavo vive com aquele “carma” de ver as suas atrações quase sempre associadas como sendo de Aveiro. São suas as praias da Barra e da Costa Nova. São seus os palheiros, que aparecem em centenas de fotos essa internet fora. Ílhavo vive bem com isso, porque mesmo recebendo visitantes que acham que estão em Aveiro é a ela que vão parar.

VIAJAR DE COMBOIO PRESIDENCIAL NO DOURO (PORTUGAL)

E se mais do que contar países e carimbos no passaporte contarmos experiências únicas? Nós tentamos fazer isso: nadar com leões marinhos, ver tartarugas desovar, pisar as Galápagos, viajar no comboio presidencial, são tudo experiências que já fizemos. Hoje contamos como é percorrer a linha do Douro no mesmo comboio onde já viajaram chefes de estado, de 1910 a 1970, mas acompanhados de uma refeição Michelin.

O CENTRO CHAMA POR NÓS (PORTUGAL)

E o centro de Portugal? Tantas vezes nos falam em Lisboa, Porto, Madeira e nos Açores. No centro temos as aldeias de xisto, as maiores ondas, ovos moles, termas. Estás pronto para visitar o centro? Are you ready?!

O MELHOR JARDIM BOTÂNICO É NOSSO E FICA NUM PALÁCIO (QUELUZ)

O Palácio de Queluz tem o jardim botânico vencedor do prémio de conservação em 2018. Este palácio foi residência oficial da família real e é aqui que nasce e morre D. Pedro IV de Portugal e I do Brasil. Vale a pena passar meio dia no palácio, vaguear de sala em sala entre tons pasteis e dourados, caminhar entre arbustos, fontes e estátuas.

DE CONVENTO A PALÁCIO (MAFRA)

Mafra pode não ser um destino à primeira vista muito apelativo, mas o Palácio Nacional e a Tapada são razões mais do que suficientes para parar por ali. Fica relativamente próximo de Lisboa para escapadinha de domingo, principalmente porque a entrada é grátis para nacionais e residentes em Portugal.